quinta-feira, 27 de abril de 2017

Agende-se : Que Gostoso !

Êta friozinho gostoso ! Se você é um daqueles- ou daquelas -  que amam o frio , como este escriba , o acha então de tomar um café da manhã caprichadíssimo com bolos , tortas , doces , salgados e ainda por cima com muita literatura , poesia e música ? Que coisa boa , não ? Pois saiba que isso não é um sonho : estará acontecendo a partir das 10 horas do próximo sábado ( 29 de abril ) na LIVRARIA A PÁGINA ( a antiga LIVRARIA MIDAS , localizada na rua Doutor João Coli , 475 , e quase em frente ao Habib´s ) e por intermédio de membros da CONFARIA DO ESCRITOR DE JOINVILLE ( ABAIXO ) ......FICA A DICA !
 

Entrevista : ANDERSON ALBERTON

Céus , e agora Luciano ? Neste ensolarado e frio 27 de abril ( Até rimou ! ) acordei com uma pergunta martelando a minha muy pobre e limitada mente : O QUE ESCREVER A RESPEITO DE UM CIDADÃO QUE É UM DOS GRANDES REPRESENTANTES - SENÃO O MAIOR DELES - DA NOVA GERAÇÃO DE ARTISTAS PLÁSTICOS AQUI DE TERRAS DE DONA FRANCISCA ? As marteladas dessa dúvida , pra lá cruel , foram tão intensas que minha pobre cabeça estava até doendo e aí foi a vez de a minha eterna amiga e colega ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL me salvar : "Seu bobinho ! Por que , para início de conversa , você não começa explicando aos nossos féis amigos leitores o que é UMA PALAVRA ? " .....Isso ! Eureka ! Como eu não havia pensado nisso antes ! Cheio de gratidão e agradecido , DEI UM BEIJO EM MINHA AMIGA ( Calma ! Calma ! Este escriba não está na "seca " , isso não foi um surto de loucura e você não precisa chamar um bando de enfermeiros para botar uma camisa de força em mim e nem  um psiquiatra para me examinar : como na IMAGINAÇÃO tudo é possível e permitido , até uma enciclopédia pode falar e ser beijada ! ) e ouvi a sua explicação . Mas aí surgiu outro problema : a minha amiga simplesmente exagerou : ela traz um quilométrico texto " de Itú " de 109 linhas a respeito do termo PALAVRA ( o termo PALAVRA vem do latim PARABOLA , que significa " fala " ou " "discurso " ,  porém a sua origem é ainda mais remota : PARABOLA vem do grego PARABOLE , que significa " comparação " e é uma junção das palavras PARA , que significa " ao lado " e BALLEIM , que pode significar tanto " atirar " quanto " jogar " ) e ainda uma lista de 59 definições , expressões e gírias populares e cultas a respeito desse mesmo termo ( Você já ouviu falar , por exemplo , na ÁRVORE DAS PALAVRAS ? Tribos africanas da etnia BANTO - aliás , boa parte dos escravos brasileiros eram dessa etnia - costumavam se reunir embaixo de alguma árvore para tratar de assuntos de interesse da comunidade ; aliás , conta-se que nos primórdios de Joinville que os julgamentos dos crimes leves aconteciam debaixo de uma árvore onde hoje lamentavelmente estão as ruínas do antigo Fórum da cidade......) . Pedi para que minha amiga desse uma maneirada e , pedido aceito , veja agora ela respondeu : " Grupo de sons articulados com sentido próprio ; capacidade do ser humano de fazer-se entender através dos sons articulares ; promessa verbal ; sentença ; ordem; discurso ; conceito ; compromisso verbal ou escrito , termo , vocábulo . " .....A minha amiga que me perdoe , mas esta resposta está muito mequetrefe ! Indo muito além das definições formais para o que é uma PALAVRA e apelando para o lirismo , eu diria que PALAVRA é aquilo que vem das PROFUNDEZAS DA ALMA , ou apelando para a religiosidade , é A NOSSA ALMA FALANDO E CONVERSANDO ( Caramba ! O "seu " escriba viajou legal ! ) .....A respeito daquelas 59 definições , expressões  e gírias de que comentei há pouco , uma delas me chamou a atenção , PALAVRAS MÁGICAS , ou seja , aquele tipo de palavra que consegue mudar radicalmente alguma situação e até transformar a vida das pessoas que a  leem ou a ouvem .......Huuummm !!!! Essa é a deixa perfeita para uma seção aqui no ALAMEDA CULTURAL : "ESSE É O CARA ! " . Um funcionário público ESCRAVO ? Esquisito , não ? ( Se bem que hoje em dia isso é mais do que comum , e não só entre os ditos "barnabés " .....) . Só que em uma sociedade escravocrata como a ROMANA e onde dependia-se do braço escravo para praticamente tudo , isso era algo mais do que natural : aquele sujeito que ganhava a vida exercendo o inusitado trabalho de recolher dinheiro em leilões públicos que o diga ! Embora fosse escravo , até mesmo em função do tipo de trabalho que exercia , gozava de vários privilégios e de uma relativa liberdade e um desses privilégios era financiar , com o dinheiro que recebia e acumulava , os estudos de seu filho em Roma . Embora vivesse e estudasse na dita " Cidade Eterna " , o filho do tal escravo vida boa não nasceu lá : Quintus Horatius Flaccus , ou tão somente HORÁCIO ( 65 antes de Cristo- 8 antes de Cristo ) , veio ao mundo em VENÚSIA , um pequeno e modorrenta vilarejo ao sul do Império Romano ( a cidade ainda existe : hoje ela tem o nome de VENOSA , ali vivem 12.189 pessoas e ela faz parte da província de Potenza , localizada ao sul da atual Itália ) . Baixo , gordo e , de pele morena , ótimo orador e dono de uma educação relativamente esmerada , completamente diferente dos demais filhos de escravos , HORÁCIO acabou completando os seus estudos na cidade de Atenas ou mais especificamente os estudos em Literatura . Se já é algo doloroso perder prematuramente o pai imagine então perder e tudo aquilo que ele , arduamente , conquistou ao longo da vida : após sua morte , os bens pertencentes ao pai de Horácio foram simplesmente confiscados ! Sem pai nem mãe , literalmente , e para complicar ainda mais a situação , Horácio desconhecia a palavra NEUTRALIDADE : no ano de 44 antes de Cristo , Roma mergulhou em uma longa e sangrenta guerra civil e Horácio acabou envolvendo-se nela ocupando a função de tribuno militar e participando da BATALHA DO FILIPINO . Como logo percebeu que o exército do qual fazia parte não teria chance de vitória e como não era bobo nem nada , Horácio acabou fugindo da guerra , para o bem da literatura romana e também mundial !........
 
       Os gênios não só bebem nas melhores fontes como também estão sempre muitíssimos bem acompanhados ! Huuummm , alguma mulher na parada ? Por acaso , foi alguma daquelas divinas beldades romanas ? Não , nada disso : ele veio a conhecer a ser tornar amicíssimo de VIRGÍLIO , um dos maiores poetas não só de Roma como também provavelmente do mundo antigo . A grandes e verdadeiras amizades também abrem portas : foi através de Virgílio que Horácio acabou conhecendo e igualmente tornando-se amicíssimo de Caio Clínio MECENAS .....Espere aí , Mecenas ? Essa palavra é até bem familiar , não é mesmo ? MECENAS ( 70 antes de Cristo - 8 antes de Cristo ) , apesar de ter sido um notável político e tribuno e um ótimo orador ( seu prestígio era gigantesco : ele chegou até a ser conselheiro de imperadores romanos ) notabilizou-se mais por ser um patrocinador de grandes poetas e escritores romanos do que propriamente por suas muitas qualidades de homem público e vem justamente daí a palavra MECENAS para se referir àquele pessoa que financia projetos culturais , artísticos , educacionais e científicos , muitas vezes mais por interesse e força de leis - ao contrário do Mecenas original - do que por vontade e prazer próprios .....Graças a essa providencial ajuda Horácio pôde se dedicar quase que integralmente à literatura embora ganhasse a vida como escriturário e em um período de mais de 20 anos ( entre os anos de 35 e 13 antes de Cristo ) produzisse relativamente pouco : 10 livros e uma coleção de cânticos com o título de " CARMEN SAECULARE ( " Canto Secular " ) e lançada no de 17 antes de Cristo . Seus livros são divididos em 4 grupos - ESOPOS ( apenas um livro formado por 17 curtos poemas , lançado em 30 antes de Cristo , que aborda sobre os diversos temas e faz sérias críticas à sociedade da época ) , SÁTIRAS ( dois livros que abordam questões éticas , morais e literárias ) , ODES ou CARMINAS ( quatro livros que predominantemente abordam temas ligas á mitologia ) e EPÍSTOLAS ( são três livros a respeito dos mais diversos temas ) - e seus textos são descritos como delicados , requintados e perfeitos . Embora não se considerasse um filósofo e jamais tivesse escrito alguma peça de teatro , a Filosofia está muitíssimo presente em suas obras e uma delas - " ARS POETICA " - acabou servindo de fonte de inspiração e influência para a arte dramática do mundo ocidental . Horácio também notabilizou-se por uma frase que ao mesmo tempo resume tanto a vida quanto as suas obras : " IN STATUS QUO ERANT BELUM , CARPE DIEM ET MEMENT MORRI ! " . Traduzindo : " No estado atual das coisas , viva o momento pois o Homem sabe o seu fim ! " . Agora , em português simples e direto : VIVA A VIDA ! ........E se as palavras FOSSEM ROUPAS ? Se o genial e glorioso compositor carioca NOEL ROSA ( 1910-1937 ) em 1930 e em uma de suas mais  célebres canções não sabia que roupa vestir , a mesma dúvida não teria o joinvilense ANDERSON ALBERTON : a sapientíssima frase de Horácio que reproduzi há pouco serve sob medida para Anderson e norteia tanto a sua vida quanto o seu trabalho , ou melhor , TRABALHOS .......O temperamento calmo , tranquilo , amigável e um tanto tímido desse sujeito jovem ( nasceu em 17 de outubro de 1979 ) e pai de uma bela menina ; os gostos pela internet , pela música e pela leitura - especialmente de textos de Filosofia , ciências e a respeito de música - e o costume de visitar velhos e grande amigos formam uma couraça , uma fantasia para uma verdadeira e dinâmica usina ambulante de ideias e obras : Anderson ( ABAIXO ) é ao mesmo tempo produtor e editor de textos , fotógrafo , desenhista ( Em 2011 Anderson chegou a desenhar durante 45 dias consecutivos ! ) e pintor . E é justamente com esse sujeito que define a ARTE como um misto de " LOUCURA COM FILOSOFIA " e tem como algumas das marcas registradas de seus trabalhos o uso e abuso de recursos tecnológicos , imagens intrigantes e que fazem as pessoas pensarem e refletirem , linhas retas e desenhos de labirintos ( O quêêêê !!!! Você não leu o texto " LABIRINTOS DA VIDA " , postado aqui no ALAMEDA CULTURAL no último dia 13 de março ? Não tem problema : você pode conferir os trabalhos desse grandessíssimo artista pelo site SÓ DE LEVE - o endereço é www.sodeleve.com - , via twitter - o endereço é aalberton - , via Facebook - basta digitar " anderson alberton " - ou via canal no Youtube ; para entrar em contato com Anderson o e-mail é a.alberton @gmail.com ) , que o ALAMEDA CULTURAL tem a honra de fechar com chave de ouro o mês da mentira , na conversa que você terá o prazer de ler em instantes .....CONFIRA :
 
 
 
 
1 - EM QUE MOMENTO DE SUA VIDA VOCÊ SENTIU QUE PODERIA VIR A SER UM ARTISTA ? HOUVE ALGUMA PESSOA , ARTISTA OU OBRA QUE O ACABOU INFLUENCIANDO NA ESCOLHA DESTE CAMINHO  ? COMO É O SEU PROCESSO DE CRIAÇÃO ?

ANDERSON - Desde tempos de escola, sempre me senti voltado para a arte, mas foi apenas ao entrar para faculdade ( ABAIXO , UMA VISÃO DO CAMPUS DA UNIVILLE ) que caiu a ficha, em 2000 comecei a fazer faculdade de Informática e vi que aquilo não era pra mim mesmo, e já no ano seguinte ingressei no curso de Artes Visuais, e então as inspirações e criatividade começaram a tomar forma.
 
Tudo começou com esboços em qualquer tipo de papel, o que tinha a mão na hora, com as ideia e a poética amadurecendo, como inspiração sempre gostei da OP Arte, mas também outros estilos, inclusive arte pré-colombiana ( um exemplo são as linhas de Nazca no Peru - ABAIXO ).
 
 
Nos vídeos minha inspiração vem das coisas simples da vida, observação e apreciação da natureza.( ABAIXO , UMA MAGISTRAL E MARAVILHOSA CAPTADA PELAS LENTES E OLHOS DE ANDERSON )
 
 
 Para criar, gosto de se apropriar de temas relacionados ao meu cotidiano, minha rotina, meu percurso, mas sempre pensando de forma global, pois assim como eu, as minhas inspirações fazer parte do nosso mundo. ( ABAIXO , DESENHO FEITO POR ANDERSON EM UM DOS MUROS DO SESC JOINVILLE . PARA VISUALIZAR MELHOR ESTA IMAGEM E OUTRAS AO LONGO DESTA ENTREVISTA , BASTA CLICAR NAS FOTOS )
 
 
 
 
 
2 - COMO VOCÊ DEFINE AQUELE MOMENTO SAGRADO - SEJA PRODUZINDO OU EDITANDO VÍDEOS , DESENHANDO OU PINTANDO - EM QUE O CIDADÃO ANDERSON ALBERTON SE TRANSFORMA NO ARTISTA ANDERSON ? PARA VOCÊ O QUE É ARTE ? NESTES 15 ANOS DE CARREIRA, TERIA ALGUM MOMENTO CURIOSO , ENGRAÇADO OU SURREAL QUE TENHA VIVENCIADO E QUE GOSTARIA DE NOS CONTAR ? DE MANIERA GERAL COMO AS PESSOAS REAGEM AOS SEUS TRABALHOS ?
 
ANDERSON - Para produzir minha arte, gosto de estar ouvindo música e ficar concentrado, principalmente na hora da produção, já na criação depende o caso, apenas surge entre meus pensamentos, e para não esquecer, anoto ou rabisco onde for. A arte está em todo lugar, pra mim arte é emoção, inspiração, criatividade, não necessariamente nesta ordem.( ABAIXO , EIS OUTRO DESNEHO DD ANDERSON )
 
 
 
 Um momento curioso foi quando eu estava executando em 2013 os desenhos no muro da Cidadela ( ABAIXO ) , enquanto eu estava pintando passava muita gente elogiando e querendo contato, mas também passava uma gurizada falando que iria encher de Tags em cima do meu trabalho,
 
 ainda bem que foi só da boca pra fora, e até hoje os desenhos estão lá, apesar do estado deplorável do muro e da Cidadela. ( ABAIXO )
 
Geralmente as pessoas reagem bem ao meu trabalho, ficam curiosas, dizem que dá tontura, principalmente nos desenhos menores. ( ABAIXO , EIS UM DELES )
 
 
 
3 - EXISTE ALGUM "FILHO PREFERIDO " , AQUELE TRABALHO MARCANTE E QUE VOCÊ JAMAIS SE ESQUECE OU TODOS ELES SÃO SEUS "FILHOS " QUERIDOS ? EXISTE ALGUM SONHO AINDA NÃO REALIZADO COMO ARTISTA ? SE NESTE EXATO INSTANTE ESTIVESSE À SUA FRENTE ALGUM DISCÍPULO OU DISCÍPULA , O QUE DICAS DARIA A ESSE ARTISTA NOVATO ?
 
ANDERSON- Tenho trabalhos preferidos, um destes é os do muro da Cidadela, onde os desenhos originais ( ABAIXO ) tenho guardados comigo, mas tenho outros também.
 
 
 
 
 
 Sonho de artista, é que as pessoas dessem mais valor a arte, e eu gostaria de poder viver com vendas de meus trabalhos ( ABAIXO , ANDERSON - CHEIO DE ORGULHO E FELICIDADE - DIANTE DE UM DELES ) , mas é um mercado difícil de entrar, então trabalho com outras coisas que tenho afinidade ( fotografia, vídeo, TV, jornal, etc..)
 
Como dicas para um artista iniciante, eu diria para não desistir, e sempre procurar fazer um trabalho original, mantendo a qualidade técnica e estética da obra, não esquecendo de se manter em uma linha, procurando mostrar seu pensamento e sua vida em seu trabalho. ( ABAIXO , ANDERSON " PERDIDO " NO MEIO DO LABIRINTO )
 
 
 
4 - COMO VOCÊ ANALISA O PANORAMA TANTO DAS ARTES PLÁSTICAS QUANTO DO SETOR CULTURAL DE JOINVILLE ? O QUE ACABA QUE DEVERIA SER FEITO ? SE NESTE EXATO INSTANTE O CIDADÃO ANDERSON ALBERTON FOSSE NOMEADO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE CULTURA OU DIRETOR DA FUNDAÇÃO CULTURAL DA CIDADE , QUAIS SERIAM AS PRIMEIRAS MEDIDAS QUE TOMARIA ?
 
ANDERSON - Ao meu ver este ano as coisas estão ficando difíceis, a cultura em geral em Joinville é muito desvalorizada, Joinville ( ABAIXO )  é uma cidade muito industrial. É tudo muito burocrático e mecanizado.
 
 
 Eu diria para preservar e investir na cultura em geral da cidade, mantendo como principais os mecanismos culturais, museus e escolas de arte, e investir e trabalhos educativos nos bairros, introduzindo e educando o povo para a cultura. ( ABAIXO E AO FUNDO DA FOTO A SEDE DA ASSOCIAÇÃO DO S ORADORES DO BAIRRO ITINGA - AMORABI - QUE JÁ HÁ ALGUNS ANOS VEM DESENVOLVENDO UM ELOGIÁVEL TRABALHO CULTURAL JUNTO OAS MORADORES DAUELA LOCALIDADE )
 
 
Artes Visuais, música, dança, teatro, cinema, tudo isso deveria ser ensinado nas escolas, mesmo que fosse como oficinas, mostrando o valor das artes, chamando para os pontos de interesse.( ABAIXO , MEBROS DA COMPANHIA JOINVILENSE TEATRAL "CANTO DO POVO " E O CENTRO CULTURAL DO BAIRRO IRIRIÚ , ONDE DESDE 2011 E A EXEMPLO DO QUE ACONTECE NO ITINGA , DESENVOLVEM OUTRO NOTÉVEL TRABALHO CULTURAL )
 
 
 
5 - POR ÚLTIMO , QUE MENSAGEM GOSTARIA DE DEIXAR PARA OS LEITORES DO ALAMEDA CULTURAL ?
 
ANDERSON - Obrigado a todos os leitores por prestigiar a arte de Joinville, que é uma cidade de muitos talentos ! ( ABAIXO , UM ANÔNIMO E PRATICAMENTE ESQUECIDO ARTISTA DE RUA EM JOINVILLE )
 
 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Adeus , Queridos !

Aos 17 anos de idade ele já era notícia , algo que viria a ser constante em sua vida : um jornal da cidade de São Paulo trouxe em sua primeira página a notícia de que ele e mais dois amigos ( Ou seriam comparsas ? ) haviam furtado um carro e o dirigido em alta velocidade pelas na época ainda nem tão movimentadas ruas da "Pauliceia Desvairada " ( ABAIXO , UMA RUA PAULISTANA NOS ANOS 60 )  mas como ele era de família tradicional e
 
seu pai ( ABAIXO ) era um dos mais brilhantes intelectuais , professores , historiadores e jornalistas tupiniquins , a coisa acabou " morrendo na casca "  . Muitos anos depois , já famoso e consagrado ,  relembrou a sua vida de bad boy juvenil sem o menor remorso e até rindo ao rememorar passagens dessa fase inconsequente e nada nobre de sua vida......
 
Esse mesmo sujeito , que tantas vezes questionou e ironizou a nada saudosa ditadura militar , que foi censurado incontáveis vezes e que até chegou a se auto exilar na Itália para não ter o mesmo fim que tantos intelectuais , artistas , estudantes , operários , professores e todos os outros que se opuseram à ditadura ( ABAIXO )
 
( ao que se sabe ele jamais chegou a ser preso pela truculenta e nada saudosa ditadura militar e , apesar de suas canções contestadoras , jamais foi um artista das massas , do povão e , portanto , aquele cara que incomodasse seriamente os militares , ao contrário , por exemplo , de RAUL SEIXAS - ABAIXO -  , que apesar de jamais ter tido qualquer militância política chegou a ser preso , torturado e " convidado " a se retirar do Brasil no início de 1974 ) ,
 
 há não muito tempo atrás e juntamente com um grupo de intelectuais assinou um patético manifesto intitulado " SE FÔSSEMOS VENEZUELANOS VOTARÍAMOS EM HUGO CHAVEZ " , obviamente em apoio ao ridículo e populista presidente e aprendiz de ditador da Venezuela HUGO CHÁVEZ ( 1954-2013 - ABAIXO ) .....
 
Petista roxo e militante , foi dar apoio a sua muy coitadinha , " inocenta " e perseguida amiga DILMA DO CHEFE , ops ! , DILMA ROUSSEFF ( ABAIXO )  , na sessão do Congresso Nacional em que foi selado o seu impeachment e há cerca de dois anos atrás veio a tona que não só ele -  fazendo jus àquela sua tradicional fama de sujeito tranquilo , generoso , "boa praça " e gente boa - como também vários de seus parentes eram
 
os maiores beneficiados pela LEI ROUNET , de incentivo às produções culturais e artísticas aqui em terras tupiniquins ( ao contrário do que se pensa e diz , o governo federal não distribui dinheiro através dessa lei e sim renuncia a diversos impostos que empresas e até mesmo pessoas comuns  que aceitam patrocinar projetos culturais e artísticos  pagariam normalmente à ele ; em outras palavras , não deixa de ser dinheiro público , uma vez que - NA TEORIA , diga-se de passagem - o dinheiro desses impostos iria para a saúde , a educação , infra estrutura , saneamento básico , etc....etc.... - ABAIXO , UMA DAS GRANDE BENEFICIADAS PELA LEI ROUANET : A ATRIZ MARIETA SEVERO )
 
 ......enfim a ficha corrida desse cidadão é longa  e é até bem provável  que você já tenha sacado quem é . Ah , você não descobriu ? Então aqui vai uma dica : o nome completo dele começa com FRANCISCO e termina com BUARQUE DE HOLLANDA ......Você pode até contestar e não gostar da sua voz  estilo " TÔ ACORDANDO AGORA " ( fraca , tímida e sem vibração ) e as suas graves falhas de caráter e de conduta mas , por outro lado ,  se você disser que um cidadão conhecido como CHICO BUARQUE ( ABAIXO ) - eterno xodó da imprensa e intelectualidade tupiniquins , e também da mulherada - é um PÉSSIMO ARTISTA , então alguma coisa está errada com você !
 
 Como se sabe , além de cantor e compositor , Chico também é dramaturgo ( Contar a história do teatro tupiniquim sem peças de sua autoria - muitas delas de caráter histórico e social - , como " CALABAR " e " ÓPERA DO MALANDRO " , chega até a ser um sacrilégio ! ) , escritor ( Em 2012 ele conseguiu a proeza de escrever um excelente livro a respeito da cidade de Budapeste- ABAIXO -  .....sem jamais ter botado os pés na capital húngara ! ) e , principalmente , POETA .
 
Confesso que conheço muitíssimo pouco da obra dele e , com as exceções de 5 canções - a romântica e clássica "YOLANDA ", a otimista " APESAR DE VOCÊ " , o gostoso sambinha " VAI PASSAR " , a bem humorada " VAI TRABALHAR , VAGABUNDO ! " ( KKKK !!!!! ) e a canção-poema " EU TE AMO " ( ABAIXO , CARTAZ DO FILME DE MESMO NOME , LANÇADO EM 1980 E QUE FOI PROTAGONIZADO PELO ATOR GAÚCHO PAULO CÉSAR PEREIO E PELA PARANANENSE E ENTÃO SEXY SIMBOL SÔNIA BRAGA ) - acho as músicas desse cidadão um grandessíssimo SACO , mas tenho te tirar o meu chapéu virtual para ele : trata-se de um baita de um poeta !
 
Em 1978 ele fez um memorável dueto com a então novata cantora paulistana ZIZI POSSI ( ABAIXO ) na música " PEDAÇO DE MIM " ( Essa música chegou a até a ganhar um clipe e se você ainda não a viu no Youtube , então , por favor , veja ! ) . Trata-se de uma canção cujo personagem é um sujeito que passa pela traumática e dolorosa experiência de perder um filho e cujas letras são essas :
 
 " Oh , pedaço de mim / Oh , metade afastada de mim / Leva o teu olhar ( ABAIXO )  / Que a saudade é o por tormento / É pior do que o esquecimento / É pior do que se entrevar  
 
  Oh , pedaço de mim / Oh , metade exilada de mim / Leva os teus sinais , / Que a saudade ( ABAIXO ) dói como um barco / Que aos poucos descreve um arco / E evita atracar no cais 
 
Oh , pedaço de mim / Oh , metade arrancada de mim / Leva o vulto teu ( ABAIXO )  / Que a saudade é o revés de um parto / A saudade é arrumar o quarto / Do filho que já morreu
 
   Oh , pedaço de mim / Oh , metade amputada de mim / Leva o que há de ti / Que a saudade dói  ( ABAIXO ) latejada / É assim como uma fisgada / No membro que já perdi 
 
   Oh , pedaço de mim / Oh , metade adorada de mim / Leva os olhos meus / Que a saudade é o pior castigo / E eu não quero levar comigo / A mortalha do amor / Adeus ( ABAIXO ) . " .........
 
Caso este escriba fosse um cineasta e tivesse a ao mesmo tempo complicada e exagerada pretensão de transformar os 166 anos de história de JOINVILLE ( ABAIXO , EIS UMA FOTO DA RUA DO PRÍNCIPE , TIRADA EM 1911 PELO FOTÓGRAFO ALEMÃO FRITZ HOFMANN ) em um filme , com absoluta certeza , essa seria a música de fundo naquelas cenas em que os heroicos imigrantes  embarcam no navio ou quando morre alguém , principalmente um criança .
 
 Embora os alemães - assim como os demais povos germânicos que predominaram na colonização de Joinville , como suíços , noruegueses , dinamarqueses e suecos - sejam conhecidos , entre outras coisas ,por terem um temperamento frio e contido , certamente milhares de famílias cantaram canções tão ou mais lamuriosas que essa de Chico Buarque , derramaram lágrimas e lamentaram profundamente a partida de seus entes rumo ao remoto e desconhecido , leia -se : COLÔNIA DONA FRANCISCA . ( É CLARO QUE EM ALGUMA FOTO DE JOINVILLE , MESMO ANTIGA , NÃO PODE FALTAR UMA "ZICA " : A FOTO ABAIXO FOI TIRADA POR FRITZ HOFMANN EM 1931 )
 
Imagine então as cenas de tristeza e desespero de pais que acabaram tendo a dolorosa experiência de perder seus filhos ou de pais e mães que morreram prematuramente naquelas verdadeiras cascas que eram os navios veleiros ( ABAIXO ) ......
 
         Embora tivesse estado presente na fundação de inúmeras entidades culturais e artísticas na então colônia Dona Francisca e sido um ativo militante de todas elas ( consta , por exemplo , que várias das primeiras peças teatrais escritas e encenadas em Joinville tiveram a assinatura dele ) , OTTOKAR DOERFFEL ( 1818- 1906  - ABAIXO , DOIS PARENTES DE OTTOKAR DOERFFEL QUE VIVEM NA ALEMANHA E ESTIVERAM EM JOINVILLE EM JUNHO DE 2015 : GUENTHER KRETZSCHMAR E WALTRAND HUETTENHOFF )  não chegava a ser um poeta e necessariamente um artista mas tinha um ponto em comum com o cantor-compositor-dramaturgo-escritor-poeta carioca , criado em São Paulo e torcedor ferrenho do Fluminense ( Gosto não se discute : se lamenta ! ) :
 
 ele amava ESCREVER e tornaram-se notórios as suas cartas , endereçadas principalmente para a sua mãe , e artigos escritos e publicados em jornais alemães . Inteligente , metódico, observador e detalhista , Ottokar Doerffel costumava escrever textos quilométricos , em que descrevia não só as situações que ele vivia mas o próprio cotidiano da colônia Dona Francisca ( ABAIXO , MORADORES DA RUA DO PRÍNCIPE : TRATA-SE DA FAMÍLIA DE FRITZ HOFMANN )  e que hoje , portanto , têm uma importância histórica gigantesca
 
embora os seus pontos de vista expressos nesses textos muitas vezes sejam questionáveis e ele tenha sido na grande maioria das vezes muito mais um porta-voz dos interesses da empresa que colonizou e loteou Joinville ( ABAIXO , UMA FOTO TIRADA POR FRITZ HOFMANN NA ENTÃO KATHARINENSTRASSE , OU ESTRADA SANTA CATARINA , EM 1938 E QUE EM BREVE PASSARIA A TER O NOME DE GETÚLIO VARGAS ) - SOCIEDADE HAMBURGUESA , para a qual , aliás , trabalhou  - do que da comunidade ( Se você ainda não teve a oportunidade de ler , então aqui vai uma dica : confira o texto " O PELEGO " , que foi postado no último dia 29 de março ) ......
 
Talvez o mais notório e conhecido desses quilométricos textos tenha sido a carta endereçada a sua mãe e que é datada de 12 de março de 1855 . Ela foi escrita por Ottokar Doerffel mas poderia ter sido perfeitamente escrita pelo PETER , pelo KLAUS , pelo MARCUS , pelo SIGFRIED , pela HELGA , pela DOROTHEA , enfim por qualquer uma daquelas cerca de 11.000 pessoas que entre 1851 e 1902 escolheram Joinville para recomeçar suas vidas ( ABAIXO , UMA DAS TRADIÇÕES TRAZIDAS PELOS IMIGRANTES ,  A FESTA DA CUMEEIRA E  EM OUTRA FOTO COM O SELO DE QUALIDADE FRITZ HOFMANN ) . Portanto , vamos à ela :
 
 " A minha despedida da velha pátria alemã não foi das mais penosas - com as recordações que me vinham acompanhando . Quando , porém , na estação de Leipzig ( ABAIXO ) , o trem ofegante me arrancou do meio de parentes e amigos e dos seus braços , minha mãe , eu me senti profundamente abalado e toda a nossa viagem até Wittemberg , e dali a Hamburgo , não foi absolutamente apropriada a erguer o meu estado emocional .
 
 Se vocês tivessem visto o grupo que formávamos - nós , os Trinks e mais algumas famílias emigrantes com crianças de peito e outras já maiorzinhas - um grupo de gente , carregada ao máximo de bagagem , atravessando Magdeburgo e caminhando , durante uma noite de chuva e temporal , da estação de Wittemberg a uma longínqua e miserável hospedaria para uma refeição e o pernoite - realmente , se vocês o tivessem visto , o quadro lhes teria cortado o coração . ( ABAIXO , UMA RÉPLICA DA FAMOSA BARCA " COLÓN " EM DESFILE NA MEMORÁVEL CELEBRAÇÃO DO CENTENÁRIO DE JOINVILLE EM MARÇO DE 1951 )
 
 Uma viagem daquelas com crianças pequenas , é um ato de bravura . Espero que você , por intermédio de minha carta ao Fierenkrantz , já tenha conhecimento da nossa aventura  com o carrancudo policial em Wittemberg e da recepção por parte da ' Sociedade Protetora de Emigrantes ' , em Hamburgo , bem como de nossa viagem da estação até a hospedaria , feita em duas carruagens , todos nós comprimidos como sardinhas em lata ......" ( ABAIXO , MAIS UMA FOTO DA RÉPLICA DA BARCA "COLÓN " )
 
E COMO ERAM AS ACOMODAÇÕES E A ALIMENTAÇÃO À BORDO , "SEU " OTTO ? " .....Uma criança com menos de 8 anos vale 'meio passageiro ' e duas delas dormem no mesmo espaço em que um adulto mal consegue acomodar-se . Aí , então , uma criança sempre rola sobre a outra . Outro motivo de atrito era a divisão dos backs . Um back é formado por um grupo de 10 a 12 passageiros que escolhem seu ' mestre ' , incumbido de buscar comida e bebida na cozinha de bordo , assim como pedir água , sal ,manteiga , vinagre , pimenta , etc.... ao segundo piloto e fazer a distribuição entre os componentes de seu back , o que requer uma habilidade de mestre , para conciliar as pretensões de cada um . ( ABAIXO , CAIS DO PORTO DE HAMBURGO NO SÉCULO 19 )
 
 Muitas vezes houve discussões e brigas por causa de uma batata a mais ou amenos . De manhã era servido o café , no almoço carne de boi ou porco , cevadinha , ervilhas , arroz , pudim ( ou bolo de farinha dentro de um saquinho de linho ) , etc....e , à noite , chá . De um modo geral , o passadio não era mau , havendo grande fartura de carne . Antes da distribuição sempre se fazia ouvir o badalar do sino do navio e aí então era um tal de corre-corre dos diversos mestres - uns com as suas bandejas e seus travessões em direção à cozinha , outros à procura de louças e de um lugar seguro ...." ( ABAIXO , UM NAVIO VELEIRO )
 
Como eu afirmei ainda há pouco , a carta de Ottokar Doerffel é loooooonnnnga e reproduzi-la na íntegra seria algo chato e maçante mas um trecho dela , referente a viagem em si a bordo do veleiro "Florentin " é um misto de comoção , drama e situações tragicômicas e é uma descrição não apenas do que os passageiros do " Florentin " passaram como também daquelas heroicas e corajosas pessoas que , quase sempre motivadas pela miséria , pela fome , pela falta de trabalho , oportunidades e de perspectivas  , acabaram tomando a drástica decisão de trocar suas pátrias por um lugar remoto e desconhecido em busca de um futuro e de uma vida digna ( ABAIXO , OUTRA FOTO DE FRITZ HOFMANN E POSSIVELMENTE RETRATANDO UMA PROPRIEDADE NO INTERIOR DE JOINVILLE )  . FALA , "SEU " OTTO :
 
 " ......O dia 15 nos trouxe uma brusca mudança de tempo , com muito frio e ventos fortíssimos do nordeste , que nos impeliram rapidamente pela rota , mas na noite do dia seguinte transformaram-se em violento temporal , soprando de oeste-sudoeste e com isso apresentando-nos uma outra faceta da vida a bordo .( ABAIXO , VELEIRO NORTE-AMERICANO DO SÉCULO 19 BASTANTE SEMLHANTE ÁS EMBARCAÇÕES DA SOCIEDADE HAMBURGUESA )
 
 A marinhagem pelejou durante quase 3 horas , até recolher as velas - em número de 25 - que haviam sido içadas . Que trabalheira medonha ! Na verdade , a gente não deixa de sentir um certo arrepio no coração , quando um temporal daqueles agarra as velas soltas e , arremessando-as de um lado para outro , faz os mastros gemerem ameaçando , a cada instante virar toda a embarcação . ( ABAIXO , OUTRO VELEIRO NORTE-AMERICANO DO SÉCULO 19 )
 
 Ainda mais , quando , no meio da ventania , se escuta a voz do comandante , dando as suas ordens , gritando com todas as forças de seus pulmões , para fazer-se entender no azorrague da borrasca - uma vez que parece anunciar uma terrível catástrofe iminente , e quando então se vê o corre-corre dos marinheiros , soltando gritos agudos , enquanto vão manobrando os cabos . No entanto , a gente acaba se acostumando até mesmo com essas coisas e se deita calmamente no beliche para adormecer com o embalo , enquanto as ondas encapetadas fustigam os flancos da embarcação . ( ABAIXO )
 
 Com exceção de algumas horas de sono , eu foquei no convés durante toda aquela tempestade , que durou cerca de 50 horas . Ficava observando como as ondas tumultuadas rolavam , feito montanhas e rochedos , e como a nossa barca ora ia mergulhando nas profundezas de um precipício , ora subia ao pico da montanha escarpada . As águas vinham invadir a embarcação ( ABAIXO )  , ora pela frente , ora pelos lados , e desse modo sua frente estava sempre inundada , mas , devido , ao sistema de construção , as massas de água vão sempre escorrendo , sem penetrarem nos compartimentos internos .
 
 No entanto , isso nem sempre funciona perfeitamente , conforme eu tive a ocasião de constatar . Ás vezes a água encontra uma frestazinha , pela qual consegue infiltrar-se . Assim , durante a noite de 18 para 19 de outubro , eu fiquei todo encharcado pelas gotas que vinham caindo de cima , acabando por me despertar . A pesar de ser apenas meia-noite , eu me levantei , mudei de roupa e fui novamente ao convés , para apreciar a viagem .
 
Durante o temporal , a quase totalidade dos passageiros sofreu de  enjoos . Do nosso back eu era o único a me aguentar de pé . Em certa ocasião , devido á chuva , eu tive de descer às entrecobertas , com o almoço que eu mesmo tinha ido buscar na cozinha . Lá embaixo , todo mundo estava aos ais e guais em minha volta e enquanto eu ia engolindo as minhas ervilhas , metendo a colher na panela , porque era humanamente impossível utilizar um prato , com os balanceios violentos da barca , vários passageiros , à direita e à esquerda , vomitavam . ( ABAIXO , PASSAGEIRAS A BORDO DE UM NAVIDO SAÍDO DE HAMBURGO E EM OUTRA FOTO DE FRITZ HOFMANN )
 
 Urinóis iam aparecendo , rolando de seus esconderijos , distribuindo seu conteúdo pelo piso da entrecoberta . Ainda assim eu não me abalei , nem mesmo com as cenas tragicômicas que iam se sucedendo , umas após as outras . Aqui era um passageiro a receber de cima uma carga de água na cabeça . Ali , um outro escorregando sobre o ' IMPONUNCIÁVEL ' ( KKKK !!!! ) pelos degraus íngremes e escorregadios abaixo . Adiante , um outro ainda , ao tentar sair da escotilha , depois de levar um tombo no chão resvaladiço , ia rolando para lá e para cá , NO BANHO INVOLUNTÁRIO E DECERTO NADA AGRADÁVEL ......" ( ABAIXO , MAIS UM FLAGRANTE DA RÉPLICA DA BARCA "COLÓN " NO DESFILE DO CENTENÁRIO DE JOINVILLE )
 
 
E COMO FOI A CHEGA A SÃO FRANCISCO , "SEU " OTTO ? Bom , essa fica para a semana que vem !...... Provável e infelizmente muitas pessoas não sabem disso : mas na antiga casa de Ottokar Doerffel também se faz MUSICA .....E DA BOA ! No vídeo de hoje , uma apresentação corrida naquele local em 2011 , a cantora itajaiense - radicada em Joinville - LILY BLUMERANTS ( ABAIXO ) solta o seu grande e talentoso gogó numa apresentação que mexeria até mesmo com o sisudo Ottokar Doerffel ! PARA ISSO , CLIQUE NO SEGUINTE ENDEREÇO : https://www.youtube.com/watch?v=O1Yq14l4uNo